feminicidade_block_3

O atual caráter festivo e comercial do Dia Internacional da Mulher resultou na perda do seu sentido original, que é gerar reflexão sobre as conquistas femininas e o longo caminho a ser percorrido.

Por acreditar no poder inspirador de cada mulher e buscando resgatar o sentido original desta data, a FEMINICIDADE continua ocupando o espaço público com suas histórias e viabilizando encontros onde elas sintam-se à vontade para dar voz às suas próprias narrativas.

Desde 2015, o projeto criado pelo Atados em parceria com diversos coletivos, mobilizou dezenas de voluntárias para ouvir histórias de mulheres pelas cidades e registrar esses depoimentos em fotografias, textos, frases e poesias, que ocupam as ruas em formas de lambes.

Além das intervenções urbanas, proporcionamos espaços para diálogo e debate de temas relevantes às mulheres para disseminar informações como forma de empoderamento.

feminicidade-bullets

#SUAHISTÓRIAIMPORTA

A rede criada pelo projeto contribui para que aconteça uma intensa troca de informações entre mulheres de diferentes realidades e, por meio dessas narrativas, elas se empoderem e sintam-se protagonistas de suas histórias. Ao darmos visibilidade para a suas vozes, contribuímos para que percebam que suas histórias importam e que elas não estão sozinhas.

feminicidade-lambes

Em 2016 o movimento criou força e amplitude se espalhando pelas cidades do Rio de Janeiro e Brasília e crescendo em São Paulo. Já foram coletadas mais de 120 histórias em todas as cidades e entre encontros e eventos já viabilizamos espaços de fala para mais de 1.000 mulheres.

Hoje, a FEMINICIDADE atua por meio de cinco frentes nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro:

  • Intervenções urbanas com a colagem de lambes nas duas cidades para aumentar o impacto das histórias captadas.
  • Realização anual do festival Feminicidade Ocupa para celebrar o Dia Internacional da Mulher dando voz à elas e convidando a sociedade para o debate de temas de grande relevância.
  • Encontros quinzenais nas duas cidades que fortalecem a rede de voluntárias do projeto.
  • Portal e redes sociais para divulgação das histórias captadas.
  • Encontros extras em espaços parceiros nas duas cidades para aprofundarmos temas relevantes e permitir que mais pessoas tenham acesso a esses debates.

Em 2017, queremos que mais mulheres se sintam representadas! E para isso a FEMINICIDADE precisa da sua ajuda.

Fale Conosco

Not readable? Change text. captcha txt